Aldeia Indigena
Casa da Cultura
Dados Gerais
Festas e Eventos
Forte São João
História Bertioga
Itatinga
Praias
Rios, Ilha e Canais
Sesc
Trilhas/Ecoturismo
Associação Amigos
Fundação 10 de Agosto
História
ISO - Política Ambiental
Lazer
Projeto
Reciclagem
Shopping
SIV
Viveiro
Dados do Município
História SB
Praias SB
Cuidados nas Trilhas
Dengue
Economia de Energia
Escunas
Feng Shui
Gastronomia
Hospedagem
Obras
Ostras
Paisagismo
Parque Estadual
Pesca
Piscina
Raios
Segurança
Verão e Sol
 
 
 
 
 
Dicas Interessantes »  Paisagismo
 
Paisagismo deve combinar com arquitetura

Antes de construir sua casa, não esqueça de levar em consideração o projeto paisagístico que deve ser coerente ao arquitetônico e executado junto com a obra e nunca no final. É importante privilegiar os espaços para criar um ambiente harmonioso e procurar contratar o trabalho de um profissional ou empresa especializada.

O fundamental é procurar utilizar a vegetação nativa pela facilidade de adaptação às condições locais. Antes de executar o projeto de um jardim é preciso pensar na facilidade de irrigação das plantas, na iluminação, parte elétrica e hidráulica que passa pela tubulação do terreno e no tratamento do solo.

Ao escolher as mudas, prefira as bem tratadas e saudáveis. Procure se informar sobre o tipo de vegetação ideal para o local e faça manutenção constante para evitar pragas. A saúde das plantas também é importante.

Outro detalhe é verificar o local certo para o plantio de mudas pequenas e grandes. Não se pode esquecer que algumas árvores provocam sombreamento, queda de folhas e outras criam raízes que chegam a afetar as tubulações.

Espécies indicadas

Há vários tipos de plantas de porte alto que podem ser usados no projeto paisagístico. Entre as espécies estão o Jerivá e Indaiá (palmeiras), Ipê, Ingá, o Manacá da Serra e o conhecido Coco da Bahia, natural da África e Malásia, além do Palmito Juçara.

Entre os arbustos, podemos destacar a Quaresmeira Roxa, conhecida como Orelha de Urso, o Guaimbê (Banana de Macaco) e as bromélias, que são de médio porte. Já, se você optar por espécies de baixo porte, pode escolher entre Marantas, Calatéas e Filodendros que também são algumas das espécies nativas.

Riviera de São Lourenço: Técnicas de Plantio

Você já notou que o solo da Riviera é constituído praticamente só de areia, o que não pode ser totalmente recomendado para um jardim. Ocorre que a areia é facilmente lavada pela água das chuvas, perdendo com isso seus nutrientes químicos indispensáveis às plantas e o solo se empobrece. De outro lado, a areia é um solo que perde facilmente sua água, que é drenada e seca rapidamente.

Controla-se esse problema adicionando-se terra com argila, matéria orgânica ou condicionantes do solo como o vermiculite. Estes elementos ajudam a segurar os nutrientes e a manter a umidade do solo. Assim, ao formar seu jardim, aconselhamos introduzir um pouco de terra vegetal. Uma camada de 5 a 10 cm cobrindo toda a área ajardinada já ajuda bastante. Misture essa terra com os primeiros 5 a 10 cm de areia. Não esqueça também da adubação.

Escolha de vegetação que está em relação direta com a residência

Cuide para que a residência não fique demasiadamente sombreada (principalmente quartos), para evitar umidade excessiva. Veja o percurso do Sol e procure não plantar árvores altas no lado que ele nasce. Procure usar vegetação com folhas grandes ou palmeiras junto à piscina para evitar sujeira. Evite o uso de árvores com raízes superficiais ou madeira mole junto aos muros e edificações, pois as raízes podem afetar a base da edificação, ocasionando rachaduras.

Evite a utilização de canteiros densos de ervas ou arbustos próximos às edificações, pois eles podem abrigar animais indesejados, como aranhas.

Os grupos de arbustos do lado da praia funcionam muito bem como barreira natural aos vetos marinhos que trazem areia para dentro de casa.

Utilização de plantas ornamentais nativas

Quando for escolher o local para reutilização das plantas estocadas lembre-se da seguinte frase: "De onde vem e para onde vai", ou seja, é importante prestar muita atenção para o local onde a planta foi coletada (sombreamento, umidade, etc.) para colocá-la sob as mesmas condições. Por exemplo: a helicônia (Bico de Tucano) pode ser encontrada à sombra ou, se à pleno sol, em local úmido. Assim, é planta que pode ser empregada em jardins internos sem grandes problemas (desde que a iluminação não seja demasiadamente pobre).

As epífitas (bromélias, orquídeas, etc.) são encontradas apoiadas nos galhos das árvores pelo fato de utilizarem as outras plantas apenas como suporte. Assim, podem ser colocadas sobre troncos de outras árvores ou xaxins, sem prejuízo de qualquer uma delas.

A ipomea-pé-de-cabra (vegetação existente próxima à praia) funciona muito bem como forração de canteiros a pleno sol, além de ter folhagem e flores roxas bastante ornamentais.

Na compra de plantas ornamentais não nativas, procure observar as condições ambientais na Riviera de São Lourenço, para evitar problemas de adaptação.

Aprenda a conviver com a fauna e flora

Preocupada com a preservação ambiental, a Sobloco Construtora S/A lançou em 1984 o Manual de Convivência com a Flora e Fauna da Riviera de São Lourenço, como proposta pioneira no tocante às medidas ecológicas, ao procurar aliar a ocupação urbana com medidas de preservação da natureza.

A previsão de um elevado índice de áreas verdes correspondente a um terço da área total do empreendimento, e a criação de um viveiro de mudas com mais de 20 mil metros quadrados, que garante a ornamentação das praças e ruas da Riviera, bem como o cultivo da vegetação local, são medidas importantes para a preservação da natureza, demonstrando a responsabilidade dos empreendedores.

O manual foi feito para que o proprietário dê continuidade à esse trabalho de preservação através do cultivo de seus jardins, respeitando as características da fauna e flora local. Nesse guia, rememoramos o trabalho da Sobloco Construtora S/A reeditando trechos do manual.

Fonte: Manual de Convivência da Fauna e da Flora da Riviera de São Lourenço - Sobloco Construtora S/A (1984)
 
     
 
         
 
 
 
  Saiba um pouco mais do potencial de Bertioga, Riviera e São Sebastião.   Telefones úteis de Bertioga, Riviera e São Sebastião.   Conheça as praias de Bertioga e São Sebastião. .   Dicas de passeios e festas da região.  
         
 
Riviera Administradora Patrimonial Ltda. | E-mail guia@guiadariviera.com.br
Crédito das fotos:
Dú Zuppani, Pedro Resende, Renata de Brito, Jair Favero, Luis Nelson, Francisco Simões, Willi Kruise e fotos de arquivo.